intolerancia-lactose           

Lactose Intolerância 

Tudo o que você precisa saber sobre intolerância a lactose

 

 

Sobre queijos...

 

   

queijo_intolerancia_lactose

 

Hoje vamos falar especificamente sobre os queijos. Quem não gosta de um queijo com um bom vinho, os famosos espetinhos de queijo nos churrascos ou mesmo na própria praia, as massas acompanhadas de um queijo ralado, aquela deliciosa lasanha...

O mais impressionante é que quando se tem intolerância a lactose parece que tudo tem queijo. Até em muitas comidas que não se imagina possuir, lá está o famoso e inseparável queijo.

Recentemente estava em um restaurante especializado em peixes fazendo o pedido de um peixe em molho quando que por minha surpresa o garçom me perguntou se queria que adicionasse catupiry por cima do peixe. Nada contra quem goste, mas achei muito estranho, e como diz Silvio Santos: “Não formam par!”

 

Enfim, o queijo está por todos os lados, pode ter certeza disso, de vários tipos, sabores e nacionalidades.

Mas a pergunta ou pensamento que todos tem é que se o queijo é feito de leite obviamente o queijo possui uma quantidade muito grande de lactose, certo?

Bem, não é tão simples assim.

Para a fabricação de alguns queijos, como o roquefort, utilizam-se culturas bacterianas no processo que têm a função de transformar a lactose em ácido lático.

Esse processo faz com que a quantidade de lactose em muitos queijos se aproxime de zero, e é bom dizer que o ácido lático, produto da transformação (glicólise) não possui lactose.

Lembrando que alguns queijos possuem um teor de lactose muito baixo, mas ainda contém a lactose. O que é necessário saber é quanto a pessoa é intolerante a lactose, e tomar cuidado com a quantidade consumida. Um pedaço de queijo de 50 gramas de um queijo com 3% de lactose tem 1,5g de lactose o que pode ser tolerável para o indivíduo, mas caso ele consuma 150 gramas deste já seriam 4,5g de lactose... o que pode não livrá-lo de uma diarréia, gases e etc.